HELL of a WEEKEND

SLAPSHOT + NO TURNING BACK + KNUCKLE DUST + MORDACA + MEDO

08 Jun 2018
Abertura de Portas: 19h00
Início: 19h30
Entrada: 16,00€

MORDAÇA

  • Género
    Punk Hardcore
  • Membros da banda
    Pina – Guitarra
    João Bruno – Guitarra
    Jonny Lavagantes – Baixo
    Mike – Bateria
    Foito – Voz
  • Naturalidade
    Linda-a-Velha – LISBOA
  • Companhia discográfica
    HellXis Records
  • Breve descrição
    HARDCORE de LINDA-A-VELHA
  • Biografia
    Os Mordaça nasceram em finais de 2005. Os culpados disto são pessoas que já participaram noutros projectos: F8 [Foito] – (Revolta, 605 Forte), Pimentel – (Colisão Frontal), Jony [João] – (Antisistema, Colisão Frontal), Ricardo [Mike]- (Antisistema). O primeiro contacto dos Mordaça com um palco foi com os Trinta-&-Um, banda hardcore de Linda-a-Velha de grande nome nacional. Assim começou a viagem.

    Em 2007, surgiram algumas alterações assim como obstáculos e oportunidades. Com a saída do Pimentel, era necessário alguém com garra, presença e espírito. Assim, apareceu o Pina [Nuno] (ex-Kneeldown) que se tem revelado a aposta certa, assim como o Deris [João Duarte] (Cold as Blood, Colisão Frontal). Este elemento veio fechar o círculo “amordaçado”.

    Passou-se o ano de 2008 que foi de longe o nosso melhor ano até à data. Não só pelos concertos marcantes com bandas internacionais como Monsieur PO, The Exploited e Ratos do Porão, como também com bandas nacionais como os Grankapo, Devil in Me, Subcaos, Last Hope, Barafunda Total, Dr. Bifes e os Psicopratas, entre muitas outras. O ano 2008 fica também marcado pela gravação do nosso albúm de estreia. Albúm este que só teria o seu nascimento oficial a Sexta-feira 13 de Março de 2009, pela mão da Hell Xis Records (obrigadão!).

    2009 teve um arranque bastante positivo, não só pelo lançamento do álbum, mas também porque foi neste ano que nos estreamos a tocar fora de Lisboa com Keep Walking, The Highest Cost e A Thousand Words. 2010 foi ano agitado e de mudanças para os Mordaça, sendo a mais marcante a saída do Deris. Após uma procura e uma escolha, entrou para a família amordaçada o Metralha (ex-31, Capitão Fantasma), um músico experiente e um amigo excelente e de longa data. Em 2010 o norte do país teve finalmente a presença dos Mordaça num palco, no Metalpoint (Porto).

    Caímos para o chão, levantamo-nos outra vez.

Fotografias

comentários