GAZUA

(POR)

+ The Quartet of Woah

07 Mar 2015
Abertura de Portas: 22h00
Início: 22h30
Entrada: 10,00€ (Oferta do novo CD)

Apresentação Oficial de “Sobrenatural”, o novo álbum dos GAZUA no RCA Club dia 07 de Março´2015.
Com os convidados muito especiais THE QUARTET OF WOAH.
Entrada Disco-Bilhete: 10eur.

GAZUA

Data de lançamento
Junho de 2007
Género
Rock
Membros da banda
João Corrosão – Guitarra e Voz/
Paulinho – Baixo e Coros/
JP – Bateria
Naturalidade
Lisboa
Descrição longa
Formados em 2007 os Gazua são uma banda de Rock cantado em Português da zona de Lisboa

Da sua formação fazem parte: João na voz e guitarra que principiou o seu percurso musical
no final dos anos 80 com os Corrosão Caótica (banda de relevo dentro do panorama mais pesado
e alternativo no início dos anos 90), passando ainda em 98 pelos Carbon H.
Paulinho no baixo, estreou-se também no final do anos 80 com os Jardim do Enforcado, no inicio dos anos 90 com os M.A.D. e os Spitz Buben e por último, João Teixeira na bateria, que toca entre outros
com os Anti-Clockwise e com o Kalú dos Xutos e Pontapés.

O primeiro disco “convocação” é lançado em 2008, o segundo “Música Pirata” em 2009, o terceiro “Contracultura” em 2010, o quarto “Transgressão” em 2012 e o quinto “Sobrenatural” vê a luz do dia no início de 2015.
5 discos em 8 anos revelam bem a vontade de trabalhar deste Power Trio.
Biografia
Formados em 2007, os GAZUA são um trio de Rock Português.
Com 4 discos no mercado e um 5º pronto a editar no início de 2015, a banda apresentou no mês de junho o primeiro single “Envolve-me” e prepara a apresentação de um segundo single no mês de Novembro.
Gravado por Wilson Silva e co-produzido por António Côrte Real (UHF), o novo disco entitula-se “Sobrenatural” e é o mais consistente e maduro trabalho da banda.

Os Gazua já actuaram de norte a sul do país destacando-se os concertos do Cinema S. Jorge em Lisboa, TMN ao vivo, Poliv. do Hosp. Julio de Matos, Palco Principal da Festa do Avante, Musicbox, alguns Festivais e Festas Académicas.

Com um crescente número de seguidores os GAZUA entregam-se a cada concerto como se fosse o último, sendo a energia do som e das palavras o que mais caracteriza o projecto.

Influências
New Model Army, Patti Smith, Jello Biafra, Wayne Kramer, Clutch, Clash, AC-DC, Thin Lizzy, Tom Waits, Wovenhand, Nick Cave, Morphine…
Interesses da banda
Tocar, tocar, tocar…

Fotografias

THE QUARTET OF WOAH

Fundada – 2010
Género
Rock
Membros da banda
Gonçalo Kotowicz – vocals, guitars
Rui Guerra – vocals, keyboards
Miguel Costa – vocals, drums
André Gonçalves – vocals, bass
Naturalidade
Lisboa
Breve descrição
BOOKING INQUIRES: woahbookings@gmail.com

ULTRABOMB – Debut album on Raging Planet Records rock@ragingplanet.pt

MERCH VIA: thequartetofwoah@gmail.com
Biografia
Born in 2010, Lisbon based rock band, The Quartet of Woah! Are Gonçalo Kotowicz (LunaSeaSane, Nicorette, Melange), Rui Guerra (Melange), Miguel Costa (Blasted Mechanism, LunaSeaSane, Zorg) and André Gonçalves (Philharmonic Weed). Taking their musical differences as an advantage to build a unique rock sound, the band board on a musical journey with the self-titled album: “Ultrabomb” bringing out the best and worst in them to make songs about ambition, deception, politics and war.

“The Quartet of Woah are Blues Rock in Nuclear Fusion! 4/5 in Público; Mário Lopes

“The Quartet of Woah have serious rock in Ultrabomb and they discard the nationality printed in their passports in favor of a convincing electric internationalism. 4/5 in Blitz; Rui Miguel Abreu

“a quartet that perspires attitude even on CD, leaving warnings like “you nor they know what’s in store for you when you see us on stage” 4/5 in Jornal i, Tiago Pereira

“Ultrabomb is the definitive emancipation of Portuguese rock” 9,5/10 in Arte Sonora Magazine; Nero Victor

“… a work that wakes up political conscience. Explosive!” 8/10 in Loud Magazine;

QUOTES:

“I went to see Queens of the Stone Age, but the 25 minutes that I saw of The Quartet of Woah´s concert were the moment of the night, for me.” Legendary Tiger Man

“a work of undeniable value, prepared to the tiniest detail”
Nuno Ávila, Santos da Casa (PT)

“We should have pride in having one band whose dimension would be other if in their passports they had Australia, for instance. A group of stage animals of an extreme professionalism”
Tiago Queirós, SFTD (PT)

“Ultrabomb is what heavy rock should be”
Adam Walsh, Ear Munchies (USA)

“To hear over and over and over again. Addictive”
Mark Martins, Heavy Planet (USA)

Fotografias

comentários